Comissão de Indústria aprecia projetos e aprova convite a proprietários de gasoduto

Por Editor

A segunda reunião ordinária da comissão foi realizada na tarde desta terça-feira (5)

Redação

A Comissão de Indústria, Comércio e Turismo apreciou 14 proposições durante reunião ordinária realizada na tarde desta terça-feira (5). A reunião foi conduzida pelo vice-presidente da comissão, deputado Carlos Avallone (PSDB) e contou com a participação dos deputados Dilmar Dal’ Bosco (DEM) e Thiago Silva (MDB).

Entre os projetos de lei que tiveram pareceres favoráveis aprovados, estão o PL 630/2021, de autoria do deputado Wilson Santos (PSDB), que dispõe sobre a instalação de alarmes nos locais que menciona para detecção do vazamento de gás e dá outras providências; e o PL 111/2021, apresentado pelo deputado Eduardo Botelho (DEM), que torna obrigatória a exibição de informações sobre o turismo mato-grossense nas telas de cinemas do estado de Mato Grosso.

Também foram aprovados pareceres favoráveis aos PL’s 332/2021, 376/2021 e 636/2021, bem como aos PL’s 577/2021, 719/2020 e 171/2021, nos moldes dos respectivos substitutivos integrais nº 01. O PL 772/2020 teve parecer favorável aprovado, acatando a emenda nº 01.

Os deputados presentes votaram ainda pela aprovação do parecer favorável ao PL 14/2019, que institui o selo “Empresa Inclusiva”, e pela prejudicidade dos PL’s 670/2019 e 582/2021, apensos a ele.

Seguindo votos dos respectivos relatores, foram aprovados os pareceres pela prejudicidade dos PL’s 510/2021 e 364/2021. O PL 242/2021 foi retirado de pauta a pedido do autor, deputado Xuxu Dal’ Molin (PSC).

Carlos Avallone pediu vistas dos PL’s 421/2021 e 649/2021. Por fim, o parlamentar apresentou requerimento de forma oral para que os proprietários do gasoduto que liga Mato Grosso à Bolívia participem da próxima reunião da comissão.

Em sua avaliação, medidas anunciadas pelo governador Mauro Mendes (DEM), como a instalação do gasoduto no Distrito Industrial de Cuiabá e a chegada da ferrovia, vai criar oportunidades para o setor industrial do estado

“Seria muito importante uma fala dos proprietários do gasoduto para que a gente possa discutir oportunidades para esses setores e que a gente possa também discutir a chegada da ferrovia, que, juntamente com a distribuição do gás e a redução do custo da energia, cria oportunidades importantíssimas para o estado. Gás mais barato, com a energia mais barata e a ferrovia criam as condições ideais para que possamos voltar a trabalhar um projeto de industrialização muito maior”, afirmou.

Você pode gostar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: