CPI quer apurar ligação entre advogada de Bolsonaro e lobistas da Precisa Medicamentos

Por Editor

A partir da quebra sigilo do telefone de Marconny Albernaz Faria feita pelo MPF, a CBN teve acesso a mensagens que apontam que foi Karina Kufa quem apresentou o lobista a José Ricardo Santana, amigo do ex-diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias

Rádio CBN

A CPI da Covid-19 quer investigar a ligação entre a advogada do presidente Jair Bolsonaro, Karina Kufa, e lobistas da Precisa Medicamentos. A CBN teve acesso a mensagens a partir da quebra sigilo do telefone de Marconny Albernaz Faria, feita pelo Ministério Público Federal no Pará.

As conversas extraídas da quebra de sigilo também estão em posse da CPI e têm registros a partir de maio de 2020. As mensagens revelam que foi Karina Kufa quem apresentou Marconny ao lobista José Ricardo Santana, amigo do ex-diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias.

O encontro aconteceu na casa de Karina, no dia 24 de maio do ano passado. A partir desse encontro, Marconny e Santana passaram a ser ponte entre o Ministério da Saúde e a a Precisa Medicamentos. Ricardo Santana era amigo de Roberto Dias, ex-diretor da pasta, e Marconny Faria, por sua vez, era quem mantinha contato com o sócio da Precisa, Danilo Trento. A partir daí, começam as conversas para facilitar os contratos da Precisa com o Ministério da Saúde para a compra de testes.

O relator da CPI da Covid-19, senador Renan Calheiros, afirma que as novas ligações descobertas serão investigadas e não descarta chamar um dos citados para depoimento na comissão.

Nas mensagens, fica clara a ação da Precisa para favorecer a empresa no contrato de venda de 12 milhões de testes de Covid. O sócio Danilo Trento chegou a dar o passo a passo que deveria ser seguido para beneficiar a empresa no processo.

Algumas mensagens mostram também que o lobista Marconny Faria tentou usar a influência de Karina Kufa para fazer indicações políticas, uma delas no Instituto Evandro Chagas. E também tentou uma aproximação de Danilo Trento com o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro.

Marconny manda uma mensagem, no dia 3 de junho, afirmando que está no escritório de Karina Kufa, junto com o Eduardo Bolsonaro. Mas Trento responde que Eduardo já o conhece.

Em nota, Karina Kufa afirma que “não tem e nunca teve relações comerciais” nem com Marconny Faria, nem com Ricardo Santana. Ela acrescenta ainda que “desconhece qualquer atividade do advogado em relação a empresas na área da saúde”.

Você pode gostar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: