Polícia Civil prende mulher envolvida em assalto a drogaria no bairro Bandeirantes

Por Editor

Ela foi identificada como uma das participantes do roubo ocorrido em janeiro deste ano, em uma drogaria no bairro Bandeirantes

Redação

Uma mulher, que teve seu envolvimento identificado no roubo em uma drogaria no bairro Bandeirantes na Capital, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na quarta-feira (11.08), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

A suspeita de 27 anos, estava com a ordem prisão preventiva decretada pela 5ª Vara Criminal de Cuiabá, por roubo circunstanciado com emprego de arma de fogo. A ordem de prisão foi cumprida no final da manhã de quarta-feira (11), quando ela compareceu à Derf de Cuiabá para ser ouvida.

Ela foi identificada como uma das participantes do roubo ocorrido em janeiro deste ano, em uma drogaria no bairro Bandeirantes. Na ocasião os suspeitos renderam e agrediram funcionários e clientes. Entre as vítimas estava um policial civil que teve sua pistola roubada.

Conforme o delegado titular da Derf-Cuiabá, Guilherme de Carvalho Bertoli, participaram do assalto quatro pessoas que foram qualificadas, das quais dois suspeitos foram presos anteriormente. “Com a prisão dessa terceira envolvida, resta apenas um indivíduo  foragido”, destacou.

Investigações

Na manhã do dia 15 de janeiro, um trio de criminosos invadiu uma unidade da rede Drogasil, localizada no bairro Bandeirantes, anunciou o assalto, rendeu funcionários e clientes do local e fugiu levando pertences das vítimas. Dois policiais civis que entraram na drogaria no momento do roubo também foram rendidos. Um dos policiais foi agredido violentamente pelos três assaltantes, que só cessaram os ataques após conseguir tomar a arma de fogo do servidor.

As diligências realizadas pela DERF de Cuiabá resultaram na identificação dos quatro envolvidos no assalto, três deles que atuaram diretamente no roubo e uma mulher que deu apoio logístico ao trio.

Análise de imagens coletadas pela equipe de identificação levou à identificação da mulher que prestou apoio na empreitada criminosa conduzindo o veículo Gol preto com os suspeitos. O carro foi posteriormente localizado pelos investigadores, abandonado em uma rua do bairro São Gonçalo 3, na Capital, mesma área onde reside um dos suspeitos.

O trio que executou o assalto foi identificado pelas vítimas, em reconhecimento das imagens coletadas pela DERF, que na apuração apontou indícios e autoria da ação criminosa. Com base nas informações obtidas, a Polícia Civil representou à 5ª Vara Criminal de Cuiabá pela prisão preventiva dos quatro envolvidos no crime.

O criminoso apontado como o responsável por articular o assalto foi preso em abril, no bairro Lixeira, na Capital. Em depoimento à DERF, ele informou que a arma roubada do policial civil foi vendida a uma pessoa, que mora em Várzea Grande. Os investigadores localizaram o suspeito, que informou não estar com a arma de fogo.

Você pode gostar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: