Rafael Cordeiro espera grande estreia de Werdum na PFL

Por Editor

Treinador brasileiro comemora vitória do atleta da Geórgia no UFC do último sábado e já voa para acompanhar o pupilo brasileiro em sua estreia na PFL nesta quinta-feira

Combate.com

Rafael Cordeiro esteve em Las Vegas no último sábado para acompanhar Giga Chikadze na co-luta principal do UFC. O lutador derrotou Cub Swanson por nocaute técnico logo no primeiro round e deixou seu treinador bem orgulhoso.

O Giga vem numa sequência muito boa, graças a Deus, com seis lutas e seis vitórias, foi o segundo bônus que o menino recebeu. Ele está fazendo o caminho dele direitinho. Se pensar bem, ele entrou no final de 2019 e já está fazendo barulho. Está com 6-0, ele quer lutar com os caras com nome, pois sabe que com isso ele consegue colocar o nome dele na reta. Ele é um competidor e um exemplo pra todos nós. Ele já estava treinando hoje na academia. Ele não se machucou na última luta. Como sempre falei, desde lá atrás, o atleta está sempre a duas lutas do cinturão. Com duas lutas bem dadas, ele está na cara do gol. O Giga vencendo duas lutas estará bem perto disso. É o que ele quer, enfrentar os caras mais duros da categoria. Ele quer pegar ritmo enfrentando esses caras e crescer tecnicamente. A gente sabe que o atleta só cresce enfrentando grandes desafios – disse Cordeiro ao Combate.

Assim que terminou o compromisso no UFC no fim de semana, o treinador embarcou para Atlantic City, onde vai acompanhar Fabrício Werdum em sua aguardada estreia na PFL. Ele vai enfrentar seu compatriota Renan Problema, na luta principal da noite, nesta quinta-feira.

Cordeiro está confiante na atuação de Werdum e vibrou com a motivação do lutador para conquistar o título do evento

Estou numa expectativa muito boa. O Werdum vem treinando forte há um bom tempo e a gente está esperando uma grande luta. Ele está muito motivado, e a gente sabe que quando o campeão está motivado ele joga pra frente. Com todo respeito ao Renan, que é um rapaz que está chegando agora, o Werdum quer ser campeão desse evento e está treinando duro pra isso. E é nisso que a gente está acreditando e trabalhando. Vai ser uma grande luta, mas o Werdum tem grandes condições de sair vitorioso dessa luta.

No dia 12 de junho, mais um representante da Kings MMA terá um importante desafio pela frente, quando Marvin Vettori irá desafiar Israel Adesanya pelo cinturão dos médios no UFC 263. A disputa será uma revanche de um duelo que aconteceu em 2018 e foi vencido pelo nigeriano

– Essa luta promete muito. O Marvin vem pedindo essa luta há bastante tempo, pois ele está com aquela primeira luta engasgada, ele perdeu por decisão dividida, e acho que fez um caminho bem legal pra chegar a essa disputa. São cinco vitórias seguidas e provando realmente que ele é um ótimo atleta, que melhorou muito desde a primeira vez que se enfrentaram. Ele está se desenvolvendo cada vez melhor, e é uma luta que cabe bem pra gente agora. Ele está indo preparado pra botar uma guerra. É como sempre falo, não prometo uma vitória, mas a gente promete uma guerra. E isso ele está prometendo há muito tempo. Era a vontade dele fazer essa revanche, a gente tem essa revanche agora, e agora é nossa hora. Sabemos que o Israel aceita esse desafio da troca, e é o que a gente quer. Vamos fazer uma luta de MMA bem puxada, fazendo todas as valências, em pé, no chão, botando pra baixo, e de repente fazer o bichão apertar um gás ali. O Marvin é um menino forte, que tem naturalmente uns 215 pounds (97,5kg). Ele é um guri forte, que poderia facilmente estar na categoria de cima. Ele vai impor essa pujança física que ele tem em cima do Adesanya. Com inteligência, claro, mas fazendo o jogo pra apertar ele.

Você pode gostar

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: